Música e Dança na Fortaleza de Sagres e Ermida de Guadalupe

A programação cultural de outubro, nos monumentos da DRCAlg, abre com o Ciclo de Concertos pela Artis XXI, nos dias 5 e 9 de outubro, na Ermida de Nª Sra de Guadalupe, e com a apresentação do projeto “Encontro Secreto de Tango”, no dia 8 de outubro, na Fortaleza de Sagres.

A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe recebe, esta quarta-feira, dia 5 de outubro, pelas17h00, o primeiro concerto do ciclo de Concertos pela Artis XXI, com “O Quinteto de Sopros Artis XXI”. Constituído por mulheres, este quinteto vem reforçar a presença feminina nos instrumentos de sopros, contrariando a ideia de que estes instrumentos desfiguravam o rosto da mulher. Só no século XX este conceito começa a cair, passando a haver uma reflexão sobre a igualdade de género, que se tem vindo a aprofundar, a nível intelectual, expressivo, físico e artístico. Com Rute Gomes (flauta transversal), Catarina Silva (oboé), Patrícia Camelo (clarinete), Maria Castro (fagote) e Daniela Serafim (trompa).

No próximo domingo, dia 9 de outubro, pelas 17h00, a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe acolhe o espetáculo “Ensemble Armilar – Luzes e sombras”. Do italiano chiaroscuro, o título Luzes e Sombras é inspirado nas letras das cantatas apresentadas e incide sobre o estilo contrastante do barroco tardio. É uma viagem pelos recantos sonoros da Alemanha e Itália, num dueto de sonoridades que se distinguem pelas diferenças culturais e que, ao mesmo tempo, se influenciaram e se condicionaram mutuamente. Com Catarina Carvalho (soprano), Ana Figueiras (flautas de bisel), Teresa Madeira (violoncelo barroco) e Elsa Mathei (cravo).

Para mais informações e reservas contacte: eventos@artis21.pt

O Ciclo de Concertos pela Artis XXI é promovido pela Artis XXI – Associação de Educação Artística de Lagoa, para o programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos.

O projeto “Encontro Secreto de Tango” é apresentado na Fortaleza de Sagres, no sábado, dia 8 de outubro, a partir as 14h30. Trata-se de um projeto multidisciplinar, promovido por Eduarda Coutinho, de dança e cultura, que valoriza o património e a diversificação cultural no Algarve, promovendo a inovação cultural na divulgação do tango, património imaterial da humanidade. Às 14h30, haverá uma aula de tango para iniciados; das 15h30 às 17h00, está prevista uma milonga musicada. Serão convidados três professores de tango, conhecidos e consagrados em toda a Europa, que são apaixonados pelo tango argentino e que se dedicam à sua divulgação com enorme sucesso. São eles Sónia Aires, Paulo Bernardo e Carlos Matias. 

A abertura da exposição LA BOCA de Buenos Aires, de Dora Ponte e Eduarda Coutinho, está prevista para as 17h00. A exposição desenvolve um conceito que escolhe o desenho como expressão visual do tango.

Com inscrição obrigatória para: milongaeduardacoutinho@gmail.com ou através do telefone 966713715.