Silves associa-se às jornadas europeias do património com o tema “patrimònio sustentável”

Sob o mote “Património Sustentável”, a Câmara Municipal de Silves volta a associar-se às Jornadas Europeias do Património através da dinamização de um programa especial que decorrerá entre os dias 23 e 25 de setembro.

No primeiro dia de programação, através da atividade “O Dr. Património vem ao centro histórico!”, a autarquia convida os alunos do 1.º ciclo, a irem observar os edifícios existentes no Centro Histórico de Silves, construídos há muitos anos, para verificarem se sofrem de algumas doenças e também se precisam de ser observados pelo Dr. Património. Este e o seu assistente, ambos de bata branca, munidos da sua lupa, do seu estetoscópio e da sua imprescindível caixa de primeiros socorros, irão consultar estes velhos edifícios e ajudar a curar as maleitas que o passar dos tempos lhes trouxe.

Ainda no dia 23, irá decorrer a atividade “Detetives do património só por uma hora”, no Centro Histórico de Silves, destinada aos alunos do 2.º Ciclo, desafiando os mesmos a observar atenta e minuciosamente estes elementos pétreos, objetivando a definição da tipologia, do tempo geológico de cada tipo de rocha e dos aspetos construtivos e decorativos presentes nestes edifícios milenares.

O programa prossegue no dia 24, com um “Passeio noturno pelos menires do Vale (Fuzeiros)”, pelas 21h00, destinado a maiores de 10 anos. Será um passeio noturno aos monumentos megalíticos de Vale Fuzeiros que pretende, num ambiente quase celestial, revelar os quatro menires que, durante a segunda metade do VI milénio A.C. e a primeira metade do seguinte, foram talhados em arenito vermelho pelas comunidades que habitaram a zona e que ainda hoje persistem com as suas decorações simbólicas. Durante o percurso serão também visitadas algumas sepulturas escavadas na rocha que serviram de sepulcro às comunidades que viveram neste vale durante a Alta Idade Média.
Calçado e vestuário adequado a caminhada e lanterna, são os requisitos obrigatórios para esta visita noturna. O Ponto de encontro, será em frente à Antiga Escola Primária de Vale Fuzeiros, e os interessados deverão fazer inscrição prévia através do email patrimoniocultural@cm-silves.pt ou do telefone 282 440 854 (limitação a 30 participantes).

A programação culminará no dia 25, com a atividade “Historiando e piquenicando em torno do Moinho do Rodete, em território Geoparque”, entre as 17h00 e 20h00, onde convidamos os munícipes para uma agradável caminhada pela margem do rio, da Ponte Velha até ao Moinho do Rodete.

Situado num ambiente natural muito aprazível, o moinho encontra-se degradado e aguardar uma intervenção de reabilitação arquitetónica e paisagística que permitirá à comunidade usufruir das múltiplas valias que o espaço pode oferecer. 
Ali poderá ouvir falar da sua história, e pelas 18h30, escutar a música das “Moçoilas” e degustar alguns sabores, onde farinha será rainha.

Os interessados em participar nesta caminhada, deverão reunir-se junto à Ponte Velha, e levar calçado e vestuário adequado a caminhada. Quem não poder caminhar pode comparecer no Moinho do Rodete, pelas 18h00 (estacionamento limitado).

O telefone 282 440 854 ou email patrimoniocultural@cm-silves.pt são os contactos do Setor de Património da CMS, disponíveis para a prestação de esclarecimentos de informações adicionais.

SOBRE O MOINHO DO RODETE
O Moinho do Rodete, que antes foi azenha, remonta (pelo menos) à 2.ªmetade do século XIV e, durante séculos movido pelas águas do vizinho rio Arade, moeu os cereais que deram forma e sabor a muitos dos alimentos que sustentaram os habitantes da cidade de Silves.