Funcionários do ABC assinam manifesto de apoio ao Presidente

Os funcionários do Algarve Biomedical Center (ABC) assinaram um manifesto de apoio ao Presidente, Nuno Marques, que aqui se transcreve:

“Enquanto funcionários do ABC, sentimos o dever moral e cívico de tornar pública a nossa posição sobre a atitude persecutória que a administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) tem mantido para com o Presidente desta instituição, o Dr. Nuno Marques. 

Fazemo-lo porque consideramos que é o nosso dever demonstrar que não compactuamos nem nos melindramos com atitudes de perseguição para com a instituição, nem para com nenhum dos seus colaboradores.

Após parecer negativo do Ministério Público sobre um processo colocado ao Dr. Nuno Marques pela administração do CHUA, o mesmo volta a interpor nova ação judicial contra o nosso Presidente sobre os mesmos factos. Tal atitude demonstra que, apesar de ser parte integrante do ABC, a administração do CHUA está disposta a tudo para denegrir o nome da nossa instituição.

O ABC, ao longo dos anos, tem-se pautado por total transparência e pelo extraordinário trabalho realizado em inúmeros projetos, sendo que o principal motor tem sido o Dr. Nuno Marques, na procura constante de maior investimento, melhores cuidados e serviços para a comunidade e reconhecimento para a Região do Algarve. Neste sentido, é lamentável este tipo de comportamento, o qual, no nosso entender, só prejudica a instituição, os projetos em curso e a confiança e respeito por alguém que tanto tem feito pela Região e pelo País.

Num momento em que o País se encontra em retoma, após anos difíceis de combate à pandemia, e quando a Saúde no Algarve vive um período difícil, que será agudizado com a chegada dos meses de verão, seria de esperar que se criassem as condições necessárias para fomentar novas oportunidades e o crescimento na região. Pelo contrário, a administração do CHUA opta por um caminho que gera incertezas e receios para quem cá trabalha.”