Balanço da operação “Carnaval 2023” da GNR

A Guarda Nacional Republicana, entre os dias 17 e 22 de fevereiro, realizou uma operação intensiva de sensibilização, patrulhamento e fiscalização nos locais de festividades, estabelecimentos comerciais onde se procedeu à venda de artigos pirotécnicos e nos eixos rodoviários de acesso às principais zonas onde ocorram festividades associadas ao Carnaval. 

Durante esta operação, foram fiscalizados 38 533 condutores tendo sido detetados 767 condutores com excesso de álcool, dos quais 412 foram detidos por possuírem uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l. Foram dos levantados 1 828 autos de contraordenação por excesso de velocidade

No mesmo período, destacam-se ainda as seguintes infrações:

·         695 por falta de inspeção periódica;

·         381 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

·         305 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;

·         255 por utilização indevida do telemóvel durante a condução.

No que diz respeito à sinistralidade rodoviária, a GNR, na sua área de responsabilidade, registou 1 922 acidentes, dos quais resultaram em 4 vítimas mortais45 feridos graves e 570 feridos leves.