Arranca hoje nova edição do projeto “Heróis da Fruta” em 70% dos municípios de Portugal para combater a má nutrição nas escolas

Arranca hoje oficialmente a 12ª edição da maior iniciativa de educação para a saúde em Portugal “Heróis da Fruta” em 3.649 turmas de 1.430 estabelecimentos de ensino de todos os distritos e regiões do país, incluindo Açores e Madeira.

Lisboa é o distrito onde se regista o maior número de escolas inscritas (287), seguindo-se o distrito do Porto (217), Setúbal (132), Braga (108), Faro (93), Leiria (80), Santarém (74), Aveiro (72), Coimbra (62), Viseu (47), Viana do Castelo (42), Beja (36) e Évora (36), Açores (28), Castelo Branco (24), Portalegre (22) e Madeira (22), Vila Real (20), Guarda (15) e Bragança (13). Lista completa das escolas (por Distrito e por Concelho) disponível no link seguinte: https://bit.ly/listaescolas2023


Aumentar o consumo diário de frutas e legumes nas escolas é o principal objetivo deste projeto lançado em 2011 pela Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) que este ano letivo é implementado em 216 dos 308 municípios portugueses (70,1%).


Nas próximas semanas, os alunos das turmas inscritas vão ser incentivados a melhorar os seus hábitos alimentares através do método “Heróis da Fruta” que disponibiliza gratuitamente às escolas materiais educativos protagonizados por um grupo de personagens-modelo que ganham «superpoderes» quando ingerem «superalimentos» combinando as técnicas de educação não-formal: storytelling e gamification.

Na última década mais de meio milhão de alunos já melhoraram os seus hábitos alimentares diários com a participação no projeto Heróis da Fruta com resultados cientificamente comprovados por investigadores do Instituto de Saúde Ambiental (ISAMB) da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL):

40% das crianças que participam pela primeira vez atingem o consumo das porções diárias recomendadas pela OMS de frutas e legumes, em apenas 5 semanas. Após 10 semanas, essa percentagem aumenta para 60%.

Escolas que repetem o programa no ano letivo seguinte alcançam mais de 90% da turma em apenas 2 semanas, incluindo alunos que não tinham adotado essa rotina de alimentação saudável no primeiro ano.


Mário Silva, presidente da APCOI afirma que “96% dos professores participantes em edições anteriores consideram que seria muito benéfico para a saúde das crianças se o projeto Heróis da Fruta fosse implementado em todas as escolas portuguesas” e recorda que “no ano letivo anterior, além do aumento de consumo de hortofrutícolas, este projeto conseguiu diminuir a ingestão de alimentos menos saudáveis nos lanches escolares em 52%. 

Um sucesso que só é possível alcançar graças ao envolvimento de todos os parceiros que apoiam esta iniciativa.” A 12ª edição do desafio escolar Heróis da Fruta é realizada com o apoio solidário de Supermercados Aldi, Lusíadas Dental e Maçã de Alcobaça. “E para que nenhuma escola interessada fique de fora desta edição, decidimos prolongar o período de inscrições no site www.heroisdafruta.com até 15 de janeiro de 2023″, conclui Mário Silva.