Lagoa recebe a 8ª edição das estátuas Vivas em época natalícia

Na edição deste ano, 16 mestres da arte da imobilidade, repartidos em 14 quadros artísticos, irão encarnar personagens baseados em diferentes temáticas, tais como o presépio vivo, a mitologia, as grandes personalidades da história, a religião, num percurso que se estenderá pela Rua Coronel Figueiredo, pela Rua 25 de Abril e pelo Largo 5 de Outubro.

Nesta edição, estarão em destaque duas efemérides, a celebração do centenário do nascimento de José Saramago (1922-2022) e o 25º aniversário do falecimento de Madre Teresa de Calcutá, que serão assinaladas com duas estátuas vivas.

Como normalmente acontece, as estátuas vivas serão alvo de duas votações, uma por parte dos visitantes e outra por parte de um júri, onde os visitantes poderão votar na sua estátua favorita. No final do evento haverá um prémio para a melhor estátua, escolhida pelo público, e outro prémio de melhor estátua, escolhida por um júri.   

Este evento, pioneiro no sul de Portugal já conta com oito edições na cidade de Lagoa, pretende divulgar e dignificar a criação artística nesta arte performativa singular, e simultaneamente animar o centro de Lagoa e dinamizar o comércio local em plena época natalícia.

Durante a sexta-feira, dia 16 de dezembro, poderá visitar as Estátuas Vivas entre as 15h00 e as 18h00. No sábado, dia 17 de dezembro, poderá visitar as Estátuas Vivas entre as 10h00 e as 13h00. A entrada é livre.

“As Estátuas Vivas é um evento único que tem vindo a atrair muitos visitantes, ano após ano, contribuindo para ajudar e promover o comércio local. Acredito que a edição deste ano voltará a

ser um sucesso e para a isso contamos com a visita de todos.”, afirmou Luís Encarnação, Presidente da Câmara Municipal de Lagoa.