Dino d’Santiago junta-se à orquestra clássica do sul para concerto em Quarteira

Como já é tradição no mês de agosto, a Orquestra Clássica do Sul realiza em Quarteira um concerto de verão para acompanhar um músico nacional. No próximo dia 13, pelas 22h00, Dino D´Santiago sobe ao Palco do Passeio das Dunas para (mais) um espetáculo inesquecível na sua terra natal.

Depois do grande sucesso obtido no ano anterior, com lotação esgotada e um público a acompanhar o espetáculo do lado de fora do recinto, o músico junta-se uma vez mais a esta Orquestra, num concerto em que a fusão de sonoridades e estilos musicais se encontram, resultando num trabalho único de grande qualidade artística e inquestionável celebração musical.

Criador, músico, compositor, cartoonista e ativista pelas artes e culturas do Mundo, Dino D’Santiago nasceu a 13 de Dezembro de 1982, em Quarteira, oriundo de uma família cabo-verdiana (os seus pais são naturais da Ilha de Santiago).

Ao longo dos anos de carreira vagueou pelos espaços da música urbana globalizada através de várias aventuras como a Soul, R&B e Hip-Hop, mas foi sobretudo na última década, com o lançamento do álbum “Eva” (2013), depois de uma viagem a Cabo Verde num reencontro com as suas raízes, que a sua carreira tomou um novos caminhos.

É hoje uma voz do mundo e da mistura. Trabalha a tradição cabo-verdiana com o peso contemporâneo da eletrónica global, como prova o hino “Kriolu”, com a colaboração de Julinho KSD e produção de Branko. Já pisou palcos como o do Super Bock Super Rock (Sesimbra), NOS Primavera Sound (Porto), MED (Loulé), FMM (Sines), entre muitos outros. Ao lado de Branko, protagonizou um momento único na Avenida da Liberdade para assinalar o 25 de Abril, em plena pandemia, quando o País se encontrava em confinamento.

Em 2020, Dino D’Santiago estrou o álbum “Kriola”, considerado um dos melhores trabalhos desse ano por meios como o Público, Time Out, Blitz ou Correio da Manhã, recebendo igualmente as mais elogiadas críticas dos meios americanos e brasileiros, como da Rolling Stone, do Complex e da Folha de S. Paulo. Recebeu ainda os Prémios Play de Melhor Álbum, Melhor Artista Masculino e Prémio da Crítica.

No final de 2021 editou o seu mais recente álbum, “Badiu”, com participações de artistas como Branko e Slow J, entre outros. O novo disco, que inclui “Lokura” e “Esquinas”, foi também destacado como um dos melhores discos de 2021 por vários meios.
Embaixador da música de Cabo Verde, Dino D’Santiago é um dos principais rostos do movimento cultural “Lisboa Criola” e, sem dúvida, um nome incontornável da atual música portuguesa.

É um dos mentores do movimento sociocultural “Sou Quarteira” e tem sido uma inspiração para os jovens desta cidade.

Neste concerto ao lado de Dino D’Santiago, a Orquestra Clássica do Sul será dirigida pelo Maestro Titular Rui Pinheiro.

A entrada é livre.

Foto: Jorge Gomes ( Click Time Photo®© )