Banda da Armada apresenta-se este sábado em São Brás de Alportel

A Banda da Armada apresenta-se este sábado, dia 28, pelas 21h30, em São Brás de Alportel para um momento memorável integrado nas Comemorações do Centenário da Primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul!

Um espetáculo ao ar livre e de entrada gratuita apresentado junto à réplica do Hidroavião Santa Cruz, no exterior das Piscinas Municipais Cobertas.

A Banda da Armada Portuguesa atua sob orientação do Maestro José Veloso, Capitão-tenente Música – Subchefe da Banda da Armada.

Ao longo dos mais de quinhentos anos de existência de formações musicais na Armada, a Banda da Armada Portuguesa é fruto do esforço e renovação que tem vindo a ganhar visibilidade nacional e internacional ao longo dos tempos. A gravação e edição de CD’s, a participação de diversos compositores e instrumentistas de mérito têm contribuído de forma decisiva para trilhar este percurso de mérito.

A longa história do grupo contempla inúmeras atuações e distinções a nível nacional e internacional, das quais se destacam: a atribuição da Medalha de Ouro de Serviços Distintos por Sua Excelência o Almirante CEMA ou a conquista do Prémio Identitas Mare, galardão da PwC (PricewaterhouseCoopers) Portugal, que visa reconhecer a excelência e o mérito de pessoas ou entidades que utilizam as temáticas do meio aquático como recurso e meio inspirador das suas produções de arte e cultura.

Ao longo dos tempos a Banda da Armada tem desenvolvido um trabalho de grande interesse público, tanto ao nível do cerimonial militar e do protocolo de Estado, como no âmbito cultural, mediante a realização de concertos por todo o território português e no estrangeiro.

Comemorações do Centenário da Primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul

O programa são-brasense que assinala os 100 anos da Primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul está em curso desde 17 de fevereiro e é composto por momentos musicais, artísticos, literários, infantojuvenis, entre outros.

Ciclos de Tertúlias, conferências, publicações e conteúdos em formato digital integram ainda este programa concebido para dignificar a memória destes homens de grande dimensão e genialidade, que se pretende inspirador para as novas gerações e promotor de um olhar perspicaz para o futuro.

O hidroavião é o símbolo maior desta travessia e, por isso, o município lançou um desafio artístico a toda a comunidade a lançar mãos à obra, na descoberta da arte e da ciência! 

O resultado deste desafio artístico vai ser conhecido a partir de 1 de junho, com a inauguração de uma exposição onde serão apresentados os trabalhos resultantes deste desafio comemorativo e de homenagem a Gago Coutinho e Sacadura Cabral, autores da épica travessia aérea.



Mais informações sobre o programa nacional de Comemorações do Centenário da Primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul disponíveis em: https://www.marinha.pt/pt/100taas/