Loulé envia ajuda ao povo Ucraniano 

Saiu hoje de Loulé, em direção à Polónia, um camião com bens de primeira necessidade destinado a apoiar os milhões de refugiados de guerra que se encontram na fronteira entre a Ucrânia e a Polónia.

A comunidade louletana uniu-se em prol de uma causa solidária e as entidades públicas – Câmara Municipal e juntas de freguesia do concelho -, associações, escolas, igrejas, empresas e sociedade civil juntaram-se para recolher os bens que irão satisfazer algumas das necessidades mais prementes desta população que se encontra em fuga para o Ocidente. A Autarquia disponibilizou a viatura de grande porte que agora fará perto de 4 mil quilómetros e, previsivelmente, na próxima terça-feira estará já em solo polaco. O material será então entregue à associação polaca Fundacja Caietanus, uma organização não-governamental sem fins lucrativos com sede na Polónia, que fará a distribuição do material junto da população ucraniana deslocada no país vizinho.

São 18 toneladas de produtos que irão levar um pouco da solidariedade portuguesa aos cidadãos ucranianos. Bens alimentares e de primeira necessidade, alimentação para bebés, medicamentos e produtos de primeiros-socorros, roupa, calçado e agasalhos, produtos de higiene e material de puericultura fazem parte deste carregamento que parte em auxílio daquela que é já considerada a maior crise humanitária na Europa desde a II Guerra Mundial.

Refira-se que nos próximos dias chega a Loulé um autocarro com 50 refugiados da guerra que irão fixar-se no concelho e terão o devido acompanhamento dos serviços sociais do Município no processo de integração.