Mário Augusto apresenta livro na Biblioteca Municipal de Portimão e participa em tertúlia de cinema

No próximo dia 26 de fevereiro, a partir das 18h00, a Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes promove uma tertúlia de cinema na sequência da apresentação do livro “Como Se Fosse Um Romance”, assinado pelo jornalista Mário Augusto, que estará presente no evento, de entrada gratuita, que encerrará com uma sessão de autógrafos.

A obra, com chancela da Bertrand Editora, debruça-se sobre a história do cinema e, segundo o autor, que se assume como cinéfilo e comunicador, “foi escrita como se fosse um romance.”

“Esta história faz-se das paixões, da loucura, das intrigas, do drama e da vontade de superação de que são compostos os melhores romances. O que não deixa de me fascinar, no cinema, é a previsão de um futuro inesgotável de aventuras e sonho, porque um filme não é mais do que uma história – e haverá sempre histórias para contar”, sublinha o autor na introdução do livro.

Nascido em 1963, Mário Augusto é um conhecido jornalista de televisão, onde é responsável, desde 1986, pela autoria e apresentação de vários programas de divulgação de cinema, com a particularidade de ser o profissional português que mais atores de renome entrevistou.

Profundo conhecedor da Sétima Arte, coordena e apresenta atualmente o mais antigo magazine televisivo nacional sobre o tema, intitulado “Janela Indiscreta”, distinguido em 2018 pela Sociedade Portuguesa de Autores como o melhor programa de entretenimento cultural da televisão lusa.

Mário Augusto publicou igualmente na Bertrand Editora “A Sebenta do Tempo – Manual de Memória para Esquecidos” (2016), “Caderno Diário da Memória – Novos Apontamentos da Sebenta do Tempo” (2017) e “Janela Indiscreta – O Que Dizem as Estrelas” (2019).