48.ª Volta ao Algarve com partida de Portimão

A 48.ª Volta ao Algarve, que vai realizar-se entre 16 e 20 de fevereiro, foi apresentada no passado dia 4 em Faro, na sede do Turismo do Algarve. Será mais uma edição de grande nível, consolidando o estatuto da prova portuguesa como uma das melhores do circuito UCI ProSeries.
Estão inscritos 174 corredores, em representação de 25 equipas, dez das quais de categoria WorldTeam, o topo da pirâmide mundial. Entre os ciclistas anunciados pelas equipas estão 25 do top 100 mundial, um dos melhores registos de sempre da Volta ao Algarve.
O percurso da corrida, com total de 795,8 quilómetros, distribui-se por cinco etapas que tocam a maior parte do território da região do Algarve, do litoral ao anterior, do Barlavento ao Sotavento. Além da abrangência territorial, é um traçado com enorme amplitude desportiva: duas etapas estão pensadas para os sprinters, duas tiradas terminam em montanha, para dar oportunidades aos trepadores, e existe ainda um contrarrelógio individual, bem ao jeito dos especialistas.
Este percurso variado atraiu um lote muito valioso de ciclistas, que poderão expressar-se em cada uma das especialidades. Os sprinters poderão brilhar na primeira e na terceira etapas -Portimão – Lagos, 199,1 km e Almodôvar – Faro, 209,1 km, respetivamente. O lote de homens rápidos da 48.ª Volta ao Algarve conta com alguns dos maiores especialistas mundiais: Alexander Kristoff (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux), Bryan Coquard (Cofidis), Fabio Jakoben (Quick-Step Alpha Vinyl Team), Hugo Hofstetter (Team Arkéa-Samsic), Jordi Meeus (Bora-hansgrohe), Mads Pedersen (Trek-Segafredo), Pascal Ackermann (UAE Team Emirates) e Tim Merlier (Alpecin-Fenix).

As decisões da classificação geral deverão passar por três etapas. A segunda, que se inicia em Albufeira e termina no Alto da Fóia (Monchique), após percorridos 182,4 quilómetros, a quarta, um contrarrelógio individual de 32,2 quilómetros, entre Vila Real de Santo António e Tavira, e a quinta, 173 quilómetros, entre Lagoa e o Alto do Malhão (Loulé).
O lote de contrarrelogistas, trepadores e corredores completos inscritos dá-nos pistas sobre os corredores que estarão na luta pela Camisola Amarela e pelas etapas decisivas. Sobressaem Brandon McNulty (UAE Team Emirates), David Gaudu e Stefan Küng (Groupama-FDJ), Ethan Hayter, Geraint Thomas e Michal Kwiatkowski (INEOS Grenadiers), Ion Izaguirre (Cofidis), Joseph Dombrowski (Astana Qazaqstan Team), Mattia Cattaneo e Remco Evenepoel (Quick-Step Alpha Vinyl Team), Sergio Higuita (Bora-hansgrohe), Tobias Foss (Jumbo-Visma) e Warren Barguil (Team Arkéa-Samsic).
A Volta ao Algarve costuma também ser o momento de revelar corredores jovens ao Mundo. Em 2022 há alguns ciclistas que merecem ser seguidos com atenção. Desde logo o campeão olímpico de BTT-XCO e campeão mundial de ciclocrosse, Thomas Pidcock (INEOS Grenadiers), mas também o campeão mundial de fundo sub-23 Filippo Baroncini (Trek-Segafredo), Ide Schelling (Bora-hansgrohe) e um trio muito promissor da Jumbo-Visma, formado pelo sprinter Olav Kooij, por Mick van Dijke e Michel Hessmann.
Outro motivo de interesse é a oportunidade de ver em Portugal ciclistas nacionais que representam equipas estrangeiras. Em 2022 acontecerá com os gémeos multimedalhados da pista Ivo e Rui Oliveira (UAE Team Emirates), outra estrela da pista, Iúri Leitão (Caja Rural-Seguros RGA), e André Carvalho (Cofidis).
A Volta ao Algarve é também a oportunidade para as equipas portuguesas pedalarem lado a lado com as grandes estrelas internacionais. Depois da vitória de João Rodrigues (W52-FC Porto) na edição de 2021 e do desempenho de Rafael Reis (Glassdrive-Q8-Anicolor) no contrarrelógio do mesmo ano, espera-se ambição renovada das dez equipas continentais de Portugal em 2022.
Percurso
16 de fevereiro: 1.ª etapa: Portimão – Lagos, 199,1 km
17 de fevereiro: 2.ª etapa: Albufeira – Fóia (Monchique), 182,4 km
18 de fevereiro: 3.ª etapa: Almodôvar – Faro, 209,1 km
19 de fevereiro: 4.ª etapa: Vila Real de Santo António – Tavira, 32,2 km (CRI)
20 de fevereiro: 5.ª etapa: Lagoa – Malhão (Loulé), 173 km
Equipas
WorldTeams:
 Astana Qazaqstan Team, Bora-hansgrohe, Cofidis, Groupama-FDJ, INEOS Grenadiers, Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux, Jumbo-Visma, Quick-Step Alpha Vinyl Team, Trek-Segafredo e UAE Team Emirates.
ProTeams: Alpecin-Fenix, Caja Rural-Seguros RGA, Euskaltel-Euskadi, Human Powered Health e Team Arkéa-Samsic
Continentais: ABTF-Feirense, Atum General-Tavira-AP Maria Nova Hotel, Aviludo-Louletano-Loulé Concelho, Efapel Cycling, Glassdrive-Q8-Anicolor, Kelly-Simoldes-UDO, LA Alumínios-Credibom-Marcos Car, Rádio Popular-Paredes-Boavista, Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados e W52-FC Porto.

Fonte: FPC