Consulta ao mercado para aquisição de imóveis pelo IHRU até 11 de fevereiro

Termina a 11 de fevereiro a consulta ao mercado para a aquisição, pelo IHRU – Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, I.P., de prédios e frações habitacionais, nos concelhos das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto e da região do Algarve.

Os imóveis para aquisição terão de cumprir os requisitos e condições estabelecidos no anúncio, que pode ser consultado aqui:  http://www.ihru.pt/web/guest/consultas-abertas. Entre os critérios estão, por exemplo, os valores máximos por tipologia: um T1 deverá ter o valor máximo de 213.000 euros, um T2 o valor de 295.000 euros, um T3 de 373.000 euros, e um T4 de 430.000 euros.

Podem apresentar propostas no âmbito da referida consulta qualquer pessoa singular ou pessoa coletiva que seja proprietária dos imóveis objeto da proposta, bem como empresas de mediação imobiliária devidamente licenciadas.

Esta é mais uma iniciativa do IHRU, I.P., integrada na sua estratégia para alargar a oferta habitacional pública a custos acessíveis e, desse modo, para garantir o acesso à habitação às famílias que não têm resposta por via do mercado, nomeadamente as populações com rendimentos intermédios.