UAlg coordena projeto EEA Grants na área do crescimento azul com financiamento de cerca de 231 mil euros

A Universidade do Algarve coordena um novo projeto EEA Grants, na área da formação avançada e do respetivo impacto, com financiamento global de cerca de 231 mil euros, para a execução a dois anos do projeto Blue Route (Preparing the new OCEAN economy 2030: the Blue Route of discovery) financiado pelo Programa de Iceland, Liechtenstein, Norway Grants, gerido pela Direção-Geral da Política do Mar do Ministério do Mar.

A reunião de parceiros para o lançamento do projeto ocorreu no dia 28 janeiro, no Campus de Gambelas, em sistema híbrido, com 12 participantes presencialmente e 28 online.

A Rota Azul (Blue Route) pretende lançar uma nova forma de suportar o crescimento azul de forma sustentável no oceano global. Baseia-se na formação inovadora de doutorados, na área das ciências do mar, da economia e da comunicação multilingue dos saberes, com produção de módulos online e presenciais, definidos em função das necessidades das empresas e instituições com interesse em recursos humanos altamente qualificados na área do conhecimento azul. 

Esta rede baseia-se em intercâmbios científicos, culturais e comerciais através dos oceanos Atlântico e Índico e zonas costeiras de África, Ásia e América do Sul.  Além da Universidade do Algarve, o projeto conta com um parceiro fulcral,  a Universidade de Tromso (Arctic University of Norway) bem como outras instituições e empresas nacionais: o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o Instituto Politécnico de Leiria, o Centro de Ciência Viva de Lagos, a empresa MarTrain e o laboratório colaborativo S2AQUA Colab e, também, com instituições e empresas internacionais como a OLSPS, NIVA, Universidade Federal de Pernambuco (Brasil),  Universidade Agostinho Neto e  Universidade do Namibe (Angola), Universidade São Tomé e Príncipe,  Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique, Universidade de Ruhuna, Matara,  Sri Lanka e a Universidade de Nagasaki, Japão. 

Os tópicos de investigação estão relacionados com a economia azul global, incluindo pesca inovadora, digitalização e aquacultura inteligente e a comunicação entre línguas e culturas. 

O projeto Blue Route pretende reposicionar Portugal ao longo das rotas marítimas, através da coprodução de conhecimento azul. Este objetivo irá ser alcançado através da capacitação avançada de diversos intervenientes do setor da economia do Mar, no âmbito da aliança estratégica entre Portugal e a Noruega. O Blue Route irá alicerçar a sua vertente de formação interdisciplinar avançada em unidades curriculares flexíveis, incluindo competências transversais, num sistema de ensino híbrido e multilingue para criar sinergias de recursos educativos entre as instituições participantes, que estão distribuídas ao longo do Oceano global para construir capacidade no local.