CHUA aumentou a sua atividade assistencial em 2021

Apesar do forte impacto provocado pela pandemia e das múltiplas respostas que teve que garantir em todas as áreas, o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) conseguiu ainda alcançar o objetivo de simultaneamente aumentar em 2021 a sua capacidade de resposta e os seus principais indicadores assistenciais, efetuando mais consultas, mais cirurgias, mais atendimentos em urgência, reduzindo as listas de espera e reforçando a resposta assistencial em hospitalização domiciliária.

Em 2021, os hospitais públicos algarvios realizaram mais 34.645 consultas externas médicas de especialidade, o que representa um aumento de 12,5% face a 2020, num total anual de 312.198 consultas. Comparando com 2019, período pré-pandemia, este aumento é 4,2%. Do total de consultas, em 2021 foram registadas 81.356 primeiras consultas, o que representa um acréscimo de 18%, face ao ano anterior.

Em relação à atividade cirúrgica, em 2021 efetuaram-se 15.732 cirurgias, ou seja, mais 3.218 do que em 2020, o que se traduz num aumento global de 25,7%, consubstanciado num acréscimo de 19,6% nas cirurgias convencionais e de 34,8% nas cirurgias de ambulatório.

De ressalvar que, no sentido de aumentar a capacidade da cirurgia, o CHUA implementou um programa de atividade cirúrgica programada adicional para combater e recuperar as listas de espera.

No que se refere à lista de inscritos para cirurgia – superior a um ano – há a destacar uma redução de 19,3% no número dos doentes em lista, representando uma melhoria significativa no acesso dos utentes.

Relativamente à lista de espera para consulta – superior a 270 dias – registou-se, em 2021, uma diminuição de 28,9%. Já no que respeita à lista de espera para consulta – situações com tempos máximos de resposta garantidos esgotados – também se registou uma diminuição de 4,4%.

Os serviços de urgência registaram em 2021 um aumento da procura e, simultaneamente, da sua atividade assistencial verificando-se mais 44.773 atendimentos de urgência do que em igual período homólogo. Também os serviços de Urgência Pediátrica aumentaram a sua atividade assistencial em cerca de 29%, ou seja, mais 12.217 atendimentos do que em 2020.

Também a área da Hospitalização Domiciliária apresentou um crescimento substancial em 2021, passando de 171 para 315 doentes que usufruem deste serviço. Para este aumento, contribuiu também a abertura desta nova valência na Unidade Hospitalar de Portimão, o que permitiu estender a atual resposta à área do barlavento algarvio.

No que diz respeito ao Hospital de Dia foram realizadas 54.339 sessões, o que representa um acréscimo de 9% relativamente a 2020.

“Este nível de desempenho, especialmente numa época de pandemia, onde o CHUA teve que garantir respostas em todas as frentes, com circuitos diferenciados para doentes Covid e não Covid, evidenciam o empenho, a dedicação e o trabalho árduo dos profissionais para assegurar as diversas respostas aos problemas de saúde dos algarvios.”, destaca o CA do CHUA.

Recorde-se que, o Centro Hospitalar Universitário do Algarve garante cuidados de saúde diferenciados a toda a população da região algarvia com cerca de 500 mil habitantes, bem como a todos os visitantes que procuram o Algarve, número esse que vê triplicar no verão, devido à procura turística.   

CHUA incrementa atividade assistencial em 2021 face a 2020