COVID-19: EMA recomenda autorização condicional para o medicamento Paxlovid

O Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP, na sigla em inglês) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) recomendou a concessão de uma autorização de introdução no mercado condicional para um medicamento do laboratório Pfizer, o antiviral Paxlovid (PF-07321332 / ritonavir) para o tratamento da COVID-19, avaliação na qual Portugal esteve diretamente envolvido.

O CHMP recomendou o medicamento Paxlovid para o tratamento de COVID-19 em adultos que não precisam de oxigênio suplementar e que correm maior risco da doença se tornar grave. Os estudos apresentados mostraram que o tratamento com Paxlovid reduziu significativamente as hospitalizações ou mortes em pacientes que têm pelo menos uma condição subjacente que os coloca em risco de COVID-19 grave.

O medicamento Paxlovid é o primeiro antiviral administrado por via oral recomendado na União Europeia (UE) para o tratamento da COVID-19 e funciona reduzindo a capacidade do SARS-CoV-2 (o vírus que causa o COVID-19) de se multiplicar no corpo.

O Estado Português encontra-se em processo de aquisição deste medicamento.

Fonte: Infarmed