Município de são Brás de Alportel atribuiu voto de louvor ao diretor do museu do traje, Emanuel Sancho

Na continuidade da distinção concedida a Emanuel Sancho, como museólogo do ano, pela Associação Portuguesa de Museologia no âmbito dos prémios APOM 2021, o executivo municipal de São Brás de Alportel aprovou, por unanimidade, em reunião de 11 de novembro último, a atribuição de um voto de louvor ao diretor do Museu do Traje de São Brás de Alportel.

O voto de louvor foi entregue pelo executivo municipal a Emanuel Sancho a 7 de dezembro, no Salão Nobre da Câmara Municipal. Uma distinção que muito dignifica o seu percurso de longos anos de exemplar dedicação à salvaguarda da Memória da Comunidade e que muito orgulha o concelho e a comunidade são-brasense. 

A conquista deste Prémio é inteiramente merecida pelo excelente trabalho desenvolvido por este Museu, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de São Brás de Alportel, enquanto eixo cultural desta instituição particular de solidariedade social; que se apresenta como único no seu género a sul do Tejo, reconhecido nacional e internacionalmente como uma referência na Museologia Social, com um trabalho relevante na preservação da memória local e na integração social e cultural das comunidades estrangeiras residentes no concelho e na região.

Volvidos 35 anos desde a abertura a público do Museu do Traje, no bonito edifício da Rua José Dias Sancho, edificado por Miguel Dias de Andrade e legado à Santa Casa da Misericórdia de São Brás de Alportel, cumpre ao Município enaltecer o notável contributo prestado por esta instituição particular de solidariedade social, na defesa do património e no incremento cultural do concelho e da região.