Cinco municípios do Algarve participam na rede integrar valoriza

A Secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira, presidiu à assinatura dos Protocolos de Colaboração entre o Alto Comissariado para as Migrações (ACM) e os 5 Municípios do Algarve que integram o projeto-piloto “Integrar Valoriza”.

No Algarve, que na última década viu a sua população migrante crescer, passando o seu peso no conjunto da população residente de 11,6% para 14,7%, e que à semelhança de outros territórios de acolhimento vai sentido problemas na sua integração, participam os municípios: Albufeira, Loulé, Portimão, Silves e Tavira, todos com um peso significativo de população migrante.

Na sua intervenção, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, José Apolinário, sublinhou os apoios concedidos para a constituição e funcionamento dos dez Centros Locais de Apoio e Integração de Migrantes (CLAIM) existentes na Região, bem como os resultados alcançados através dos quatro projetos integrados na 8.ª Geração do Programa Escolhas, cofinanciados pelo Programa Operacional do Algarve – CRESC Algarve 2020.

Instituído através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 91/2021, de 9 de julho, este projeto-piloto visa garantir à população migrante uma resposta articulada e integrada dos Municípios com as várias áreas governativas e demais serviços públicos, fortalecendo sinergias que permitam alcançar novos patamares de integração.

A nova Rede Integrar Valoriza permitirá uma abordagem transversal no acompanhamento de imigrantes, ao nível da habitação, do emprego, da documentação, da aprendizagem da língua portuguesa e da investigação aplicada, entre outras dimensões, permitindo igualmente melhorar o acompanhamento e apoio aos migrantes a nível interno, quando se vejam obrigados a deslocações decorrentes da dinâmica das ofertas laborais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.