Campeonato de mundo de Superbike arranca no AIA

A alvorada é dada cedo, o barulho dos motores a aquecer ecoam um pouco por todo o lado, e ninguém contém a ansiedade do regresso à pista para assistir a um desporto apaixonante que, cada vez mais, move milhares de apoiantes.

A dar início a mais uma edição do Campeonato do Mundo de Superbike, no circuito do Autódromo Internacional do Algarve, temos a categoria de WorldSSP300, com sensivelmente quarenta e dois participantes.

Todos atentos e com os olhos postos na pista, os resultados do primeiro treino foram surpreendentes, com Booth-Amos (Rt Motorsports by SKM Kawasaki) a fazer o melhor tempo, seguindo-se Adrian Huertas (MTM Kawasaki), o favorito ao título, que está em primeiro lugar na competição, com uma vantagem de trinta e seis pontos.

No segundo treino do dia, mas o primeiro da categoria principal WorldSBK, Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team), destacou-se como já era expetável, atendendo ao facto de que, na opinião de muitos, o circuito algarvio já é considerado o seu território. Já Toprak Razgatlioglu (Pata Yamaha com Brixx), o detentor do primeiro lugar com vinte pontos de diferença de Rea, ficou em quarto lugar neste primeiro treino.

Para finalizar as rondas de abertura que aconteceram durante a manhã, na categoria de WorldSSP destacou-se o piloto Manuel Gonzalez (Equipa Yamaha ParkinGO), cujo resultado estabeleceu um novo recorde (1 ́44.188).

Já durante a tarde, as voltas foram intensas e renhidas, um pouco, por todas as categorias. Quanto à segunda volta de WorldSSP300, pode dizer-se que houve uma reviravolta: O Amos manteve-se em primeiro lugar, o Huertas passou para quarto com poucos milésimos de segundos de diferença da primeira ronda e de forma imprevisível Samuel Di Sora (Equipa Yamaha Flembbo), que na primeira ronda estava em decimo segundo lugar, passou para segundo.

Em relação à categoria de WorldSBK, na segunda volta Rea continua a assumir a primeira posição, e também conseguiu melhorar o tempo em alguns milésimos de segundos, ao contrário de Razgatlioglu, que apesar de se manter em quarto lugar, piorou ligeiramente os tempos. Fundamentalmente, tudo indica que amanhã teremos um dia interessante, com as emoções ao rubro e possivelmente algumas surpresas.

Para fechar o dia, no WorldSSP o enfoque vai para J.Cluzel (GMT94 Yamaha), que nesta ronda subiu ao primeiro lugar com um tempo ligeiramente superior ao da primeira.

Manuel Gonzalez não manteve o recorde, ficando em quarto lugar nesta ronda.

O Autódromo Internacional do Algarve tem bilhetes à venda, na sua loja, para os três dias do Campeonato do Mundo de Superbike, e/ou apenas para domingo, com preços que variam entre os trinta e os quarenta e cinco euros.

Desde 2008 que o Campeonato do Mundo de Superbike marca presença no nosso circuito, se quiser fazer parte desta experiência, as nossas portas estão abertas para o receber.