Ventilador desenvolvido na Marinha apresentado internacionalmente

Este ventilador, desenvolvido inicialmente na Marinha pela Célula de Experimentação Operacional de Veículos não tripulados (CEOV) do Comando Naval, materializa a resposta da Marinha à pandemia do vírus SARS-COV-2 / COVID-19, e os trabalhos associados a​o seu desenvolvimento assentaram num regime de consó​rcio de colaboração formal entre o Ministério da Defesa Nacional – Marinha e a empresa Ricardo & Barbosa, Lda. (R&B), no qual a Marinha assume o papel de liderança do consórcio.

Por forma a preparar a próxima fase, que corresponde à industrialização/comercialização do ventilador a cargo da R&B, a empresa participa na feira global da indústria Midest Lyon, que conta com cerca de 38 países representados, 16 setores de atividade e mais de 1000 expositores, estando a Marinha igualmente representada no evento através da participação de dois militares da Célula de Experimentação Operacional de Veículos não tripulados (CEOV) do Comando Naval. O evento foi visitado no dia 08SET21 por uma extensa comitiva portuguesa de onde se destacou a presença do Secretário de Estado da Economia, Dr. João Neves, bem como os representantes da AICEP (Portugal e França), o presidente da Associação dos Industriais Metalúrgicos Metalomecânicos e Afins de Portugal (AIMMAP) e o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa.

​A necessidade de resposta à pandemia, gerou uma oportunidade de produzir um ventilador muito completo e tecnologicamente muito competente, que contribuiu para potenciar a capacidade de inovação militar, prestigiando a Marinha e fortalecendo a ligação da Marinha à indústria nacional. Nesse sentido, a Marinha contribui, juntamente com a R&B, para um Portugal mais competitivo, assegurando a soberania do país no mercado dos dispositivos médicos, pela autonomia e independência que a fabricação MADE IN PORTUGAL nos confere, bem como evidencia a capacidade para investigar, desenvolver, inovar e criar valor para Portugal através de parcerias virtuosas entre a as Forças armadas e a Indústria Nacional. Inovação que tem sido um dos motes do desenvolvimento e antecipação do futuro, por parte da Marinha Portuguesa, sendo o ventilador um dos seus frutos.