Câmara de Portimão lançou concurso público para projeto de reabilitação do Auditório Municipal

Terminou ontem, 13 de julho, o prazo para receção de propostas relativas ao concurso público destinado à elaboração do projeto de reabilitação do edifício do Auditório Municipal de Portimão, que se deverá transformar num espaço vocacionado para os jovens, seguindo-se agora a abertura e análise das propostas recebidas.

Os pressupostos que serviram de base ao concurso defendiam que o projeto deveria suportar uma intervenção que permitisse transformar o auditório numa futura “casa” da juventude local, ficando dotada de um importante conjunto de valências, entre as quais um cibercafé, uma sala auditório, uma sala de estudo e um estúdio multimédia, passando a funcionar igualmente neste equipamento municipal a Loja Ponto JÁ, bem como um gabinete de saúde juvenil, sendo garantidas as adequadas condições de acessibilidade para todos os frequentadores.

Para a recolha de ideias e sugestões, foi auscultado um grupo juvenil de trabalho na área da cultura, composto por seis jovens estudantes com aptidões nas artes performativas, nomeadamente em representação, teatro, música, dança, artes visuais e fotografia. Este grupo consultivo surgiu no âmbito das Assembleias Digitais Jovens, que no ano em curso já tiveram duas sessões.

Rigoroso levantamento de arranjos e substituições

 Como ponto de partida para o concurso público agora findo, foi feito um rigoroso levantamento sobre as necessidades ao nível de arranjos e substituições e que deverão ser levados em conta no projeto de empreitada da obra, merecendo destaque a remoção e colocação de nova cobertura em lona com características acrescidas de isolamento térmico e acústico, bem como a recolocação das cadeiras da plateia e a reparação do pavimento de madeira do palco.

Em termos técnicos, e para além da reimpermeabilização dos terraços exteriores, também deverão ser substituídas ou reparadas as redes de alimentação de água, o sistema de ar condicionado e as instalações elétricas, bem como instaladas novas armaduras de iluminação e de aparelhagens e reformulados os camarins e respetivo mobiliário, entre outras intervenções, nomeadamente ao nível da execução de nova pintura geral em tetos e paredes interiores e exteriores.