DRAP Algarve realiza reunião de trabalho com EDIA e Associações de Regantes.

“Considerando a importância que o regadio tem para a agricultura em Portugal e pretendendo dar continuidade ao Programa Nacional de Regadios (PNRegadios) em curso, a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, determinou a elaboração de um estudo de âmbito nacional, tendo em vista o levantamento das necessidades de investimento e do potencial de desenvolvimento do regadio coletivo eficiente, num período de investimento até 2030.” 

Neste seguimento a DRAP Algarve reuniu ontem com a equipa técnica da EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra – estruturas do Alqueva, S.A., coordenadora do estudo, para avaliar as potencialidades e estratégias de promoção do regadio agrícola na região do Algarve.

No período da tarde a DRAP Algarve e a EDIA reuniram com a Associação de Regantes e Beneficiários de Silves, Lagoa e Portimão (ARBSLP) e com a Associação de Regantes e Beneficiários de Alvor (ARBA), em visita às obras a decorrer no Perímetro Hidroagrícola da Silves, Lagoa e Portimão.

O PNRegadios, que arrancou em 2018 com uma dotação de 560M€, veio reforçar os instrumentos de apoio ao investimento no regadio, particularmente no que respeita às componentes de reabilitação e modernização de regadios e de construção de novas áreas a regar. 

Em 2023 entrará em vigor a próxima fase do programa, que prevê um investimento de 750 milhões.