Unidade de Hospitalização Domiciliária de Portimão já em funcionamento

Foi hoje apresentada a nova Unidade de Hospitalização Domiciliária do CHUA. Este projeto, iniciado no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) em 2019 na Unidade Hospitalar de Faro, arrancou agora em Portimão disponibilizando também aos utentes do barlavento este serviço de cuidados de saúde diferenciados e de proximidade. Numa primeira fase é possível acompanhar cinco doentes em simultâneo, num raio de ação de cerca de 30 minutos/30 km de distância ao hospital.

A hospitalização domiciliária enquanto modelo de prestação de cuidados de saúde em casa do doente afigura-se como uma alternativa ao internamento convencional onde “o doente fica internado, com acesso a todo o tipo de cuidados e monitorização que teria no hospital, mas no conforto da sua casa, na companhia da sua família” explica Nuno Vieira, coordenador da Unidade de Hospitalização Domiciliária de Portimão. “Este tipo de hospitalização permite uma maior humanização dos cuidados, e especialmente uma valorização do papel ativo da família no processo de acompanhamento do doente, o que se vai refletir em ganhos a nível funcional e de autonomia dos doentes, uma vez que o próprio ambiente familiar se vai adaptando progressivamente às suas necessidades ” conclui Alexandra Ferreira, a enfermeira responsável por esta unidade.

Os doentes que cumpram um conjunto de critérios clínicos, sociais e geográficos que permitam usufruir deste modelo de hospitalização têm ao seu dispor todos os cuidados diferenciados, como teriam no hospital, realizados por uma equipa multidisciplinar que integra médicos, enfermeiros, assistente social, farmacêutica, nutricionista, assistente técnica, disponível 24 horas por dia, todos os dias do ano. 

O CHUA está a trabalhar para, em pouco tempo, conseguir aumentar a vertente assistencial e de segurança dos doentes em Hospitalização Domiciliária através da introdução da telemonitorização para estes doentes, conceito inovador a nível nacional, que permitirá um acompanhamento e vigilância mais pormenorizados permitindo alargar o leque de doentes elegíveis para este tipo de hospitalização.

A sessão pública de apresentação contou com a presença do Presidente da ARS Algarve, Paulo Morgado, do Vice-Presidente da CCDR Algarve, José Pacheco, da Diretora do Núcleo de Respostas Sociais do Centro Distrital da Segurança Social, e das Presidentes das Câmaras Municipais de Silves e Portimão, Rosa Palma e Isilda Gomes, respetivamente, que foram recebidos pelo Conselho de Administração do CHUA.

Utentes «Muito Satisfeitos» com Hospitalização Domiciliária

A funcionar desde maio de 2019, a unidade de Hospitalização Domiciliária de Faro já admitiu 333 doentes, 85 em 2019, 195 em 2020 e 53 já em 2021. O grau de satisfação dos doentes tem sido extremamente positivo com 90 % muito satisfeitos e 10 % satisfeitos com a sua experiência de internamento domiciliário.