“Rota do Petisco 2020 gera impacto financeiro direto de 318.450€ para a região”

No dia em que são anunciadas as datas para a 11a edição da Rota do Petisco, a ter lugar entre os dias 10 de Setembro e 10 de Outubro de 2021, a Teia D’Impulsos, organizadora do evento, revela os números impressionantes da recém-terminada Rota do Petisco 2020. Em plena pandemia foi possível realizar com sucesso mais um ano de Rota, envolvendo mais de 230 restaurantes e um total de 13 concelhos, foi também das mais rentáveis, tendo gerado um impacto económico direto superior a 318 mil euros.

“Num ano atípico, de poucos eventos culturais, este resultado é bastante significativo do ponto de vista

social, cultural e financeiro, uma vez que as receitas geradas ultrapassam o investimento feito no evento,

mas é especialmente relevante porque mostra como a Rota do Petisco contribui efetivamente para a

dinamização de todo o Algarve”, afirma Luís Brito, Presidente da Teia D’Impulsos.

Assim, “ao longo de 31 dias, as pessoas foram convidadas a petiscar em segurança, para saírem à rua,

voltando a frequentar os estabelecimentos aderentes, tendo a Rota alcançado um dos seus principais

objetivos: motivar os cidadãos a vir para a rua, encorajá-los a descobrir gastronomia, a região e os

estabelecimentos da sua localidade num ambiente de convívio e partilha, mesmo quando tudo isso

parecia impossível perante a situação atual”, acrescenta o responsável.

Também ao nível das ementas vendidas, a 10a edição da Rota do Petisco superou amplamente as expectativas. A organização havia fixado como objetivo a venda de 50.000 rotas, tendo esta meta sido ultrapassada em mais do dobro – a Rota do Petisco 2020 registou mais de 112 mil ementas vendidas.

“Seguramente a Rota do Petisco honrou em mais uma edição o seu propósito primário de divulgar a gastronomia tradicional portuguesa e algarvia, contribuindo para a dinamização da economia local, mostrando a todos que após 10 edições, continua a ter uma enorme importância para a revitalização da região e que o evento constitui já uma referência na oferta turística da região”, destaca Nuno Bernardino Vieira, coordenador do evento.

De facto, a Rota do Petisco tem vindo a impactar, a cada edição, um público crescente e diversificado, assim como a fidelizar participantes de edições anteriores. Note-se que mais de 72,2% dos participantes na Rota do Petisco 2020 haviam já participado em edições anteriores.

“Se ‘Ir à Rota’ já se tornou um ritual, e até expressão comum no vocabulário dos Algarvios, tal só foi possível graças ao apoio de uma multiplicidade de entidades parceiras, públicas e privadas”, salienta o responsável.

Destaque, nesta 10a edição, para o apoio prestado pelos municípios de Aljezur, Albufeira, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Portimão, Tavira, São Brás de Alportel, Silves e Vila do Bispo.

Entre os parceiros contam-se ainda a Cerveja Bohemia (parceiro passaporte), a Região de Turismo do Algarve, a Direção Regional de Cultura do Algarve, as Terras do Infante a Freguesia de Portimão e a Freguesia de Alvor, a Comissão Vitivinícola do Algarve, os Comboios de Portugal, a Associação de Comerciantes de Armação de Pêra, a IT Base, a Prime Digital, a DOUBLE BUN, os Giletes de Aço, a Gidreams, a Tomorrow, a Zomato, o Sul Informação, a Alvor FM e a Rádio RUA.

“Além das várias parcerias, o sucesso da Rota do Petisco 2020 voltou a alicerçar-se na dedicação dos colaboradores da associação, dos voluntários e dos membros da direção da associação responsável pela organização do evento, assim como de outras tantas pessoas, que acreditando no projecto se esforçam para fazer desta edição comemorativa a melhor Rota do Petisco”, conclui Luís Brito.

Sobre a Rota do Petisco

A Rota do Petisco é um projeto de cariz cultural e recreativo com origem na cidade de Portimão que consiste num roteiro gastronómico, envolvendo diversos estabelecimentos de restauração organizados por zonas geográficas distintas. A decorrer desde 2011, a Rota do Petisco tem crescido de ano para ano. Com uma adesão de 31 estabelecimentos de Portimão na primeira edição, a Rota registou em 2019 a maior abrangência de sempre, com 303 restaurantes aderentes, distribuídos por 12 concelhos: Aljezur, Vila do Bispo, Lagos, Portimão, Silves, Monchique, Lagoa, Albufeira, Faro, Olhão, São Brás de Alportel, e Tavira. Dinamizado pela Associação Teia D’Impulsos (TDI), com o apoio de várias entidades locais públicas e privadas, a Rota do Petisco visa a promoção da restauração e do comércio local, a divulgação da gastronomia tradicional do Algarve, bem como a revitalização das localidades aderentes através de animação social e cultural e o enriquecimento da oferta turística da região fora da época alta.

Sobre a Teia D’Impulsos

A Teia D’Impulsos é uma associação sem fins lucrativos cujo principal objetivo é o desenvolvimento de projetos de cariz social, cultural e desportivo alicerçados na igualdade de direitos e oportunidades entre todos os cidadãos e que sejam uma mais valia no desenvolvimento social. Criada em março de 2011, projetou e concretizou algumas das iniciativas que mais dinamismo trouxeram a Portimão, e que, nos últimos anos, se expandiram para todo o Algarve, entre as quais a Rota do Petisco.