Sub-21 encerram qualificação no Algarve

Os três últimos jogos de apuramento para o Europeu sub-21 serão realizados em Portimão e no Parchal.

A região do Algarve vai receber as três últimas partidas da Seleção Nacional sub-21 no grupo 7 da fase de qualificação para o Campeonato da Europa Eslovénia/Hungria 2021.

Assim, o Estádio Municipal de Portimão será o palco do encontro frente à Bielorrússia (12 de novembro) e também do confronto da última jornada, diante dos Países Baixos (18 de novembro).

Já o jogo diante do Chipre, no dia 15 de novembro, vai realizar-se no Estádio Municipal da Bela Vista (Parchal).

O início dos três jogos está agendado para as 19h30, todos vão contar com transmissão em direto no Canal 11 e nenhum terá presença de público.

Recorde-se que a Equipa das Quinas ocupa a segunda posição do seu grupo, sendo que se qualificam para a fase final do Europeu sub-21 os primeiros classificados e os cinco melhores segundos entre todos os agrupamentos.

Clique aqui para ver os resultados, as classificações gerais e o calendário da qualificação para o Campeonato da Europa Eslovénia/Hungria 2021.

Reinaldo Teixeira orgulhoso
Para o presidente da Associação de Futebol do Algarve, esta decisão da FPF é uma prova de confiança: “Num período difícil que o país e o mundo atravessam, é com enorme satisfação que a Direção da Associação de Futebol do Algarve vê a Federação Portuguesa de Futebol depositar, novamente, a confiança na região e nas suas infraestruturas hoteleiras e desportivas de excelência para a realização de três jogos oficiais da Seleção Nacional Sub-21. O Algarve é das regiões do país com menos casos de contágio e, simultaneamente, a que mais acolhe portugueses das várias zonas do país, para além da população estrangeira que cada vez mais elege o distrito de Faro para residir. A escolha do Algarve para acolher estas partidas deve orgulhar todos os algarvios, em particular os dirigentes e agentes desportivos dos nossos clubes, que lutam diariamente para manter ativo o futebol e o futsal, e da parte dos quais sentimos uma enorme preocupação em respeitar todas as normas de segurança.”

Isilda Gomes congratula-se por receber a Equipa das Quinas
A presidente da Câmara Municipal de Portimão não esconde o agrado por ver a cidade de Portimão ser novamente eleita para um evento deste género: “Começa já a ser um bom hábito o facto de Portimão acolher com regularidade provas de alta competição, nas mais diversas modalidades desportivas. Em novembro, o Estádio Municipal será anfitrião da seleção nacional de futebol sub-21, na caminhada para a fase final do Campeonato da Europa do escalão, a disputar no próximo ano. Os nossos jovens talentos têm pela frente dois jogos decisivos, primeiro contra a Bielorrússia, e depois ante os líderes do Grupo 7 de apuramento, a poderosa seleção dos Países Baixos, também ela recheada de futuros craques. É com indisfarçável orgulho que deposito toda a confiança na equipa das quinas, pois acredito que saberá responder à altura a este duplo duelo, dignificando as tradições do nosso futebol de formação. Estaremos todos a torcer pelo sucesso desportivo desta geração de ouro, que muito tem a dar ao futebol português.”

Luís Encarnação otimista
O presidente da Câmara Municipal de Lagoa acredita que os sub-21 vão trazer muitos benefícios ao concelho: “É sempre um enorme orgulho quando Lagoa acolhe os jogos das nossas seleções. Normalmente temos outras Equipas das Quinas, como as de sub-15, sub-17 ou sub-19, no Estádio da Bela Vista. Ter agora os sub-21 num jogo de qualificação é um orgulho ainda maior. Também é um acontecimento importante na medida em que temos um plano estratégico de desenvolvimento desportivo, que inclui o acolhimento de eventos desta natureza. Este é um sinal muito importante que é dado pela FPF relativamente às condições de excelência que o concelho de Lagoa tem. A falta de público deixa-nos sempre nostálgicos, mas compreendemos que é uma medida fundamental face à situação sanitária que se vive no país e no mundo. Se a qualificação se concretizar no Estádio da Bela Vista, o jogo com o Chipre terá um significado ainda maior. Acreditamos que o futebol tem uma importante função agregadora, especialmente nesta fase e quando está em causa a equipa de todos nós.”